Transformers - Parte 2
Voltando... Mais alguns pré-requisitos que garantem a simpatia e aprovação do grande público: Os pais completamente bitolados do mocinho. Não têm a menor idéia do que se passa e como sempre querem dar a melhor educação ao filho, mas no fundo precisam é ler um livro do tipo ‘Como criar filhos para idiotas bitolados’. Mas a dupla que faz os pais do rapaz é engraçada. Previsível o que vai acontecer ao vê-los sendo ludibriados pelo filho em situações estapafúrdias (como se todo o filme não fosse) a fim de evitar que o jardim tão priorizado por ambos não seja destruído. Tentativa falha.
Mais um ponto para ganho de audiência, o cachorrinho engraçadinho de pata quebrada que mais parece um rato. Piadinha repetida algumas vezes no filme.

Como não poderia faltar, os soldados sempre em alerta que estão lá para representar os Militares Norte-Americanos, com suas fardas e armas sempre em mãos. Contudo, apesar deste aspecto ufanista, há uma alfinetada em George W. Bush em uma cena na qual o presidente dos Estados Unidos está deitado durante uma iminente crise com sua meias vermelhas. Na maior calma faz um pedido de uma rosquinha pra uma das comissárias de bordo. O líder máximo da maior potência mubdial deitado de pernas pro ar querendo uma rosquinha. Crítica engraçada e rápida sobre o senhor Bush no filme.

Temos o Hacker de computador interpretado por Anthony Anderson, hilário por sinal. Pergunto-me se seu personagem arrancaria a mesma quantidade de risadas com o idioma original para as platéias brasileiras. A dublagem é totalmente cheia de gírias e impostações vocais engraçadíssimas.

Bom, é um filme de Michael Bay. Explosões, destruição em massa, cenas de ação vertiginosas, perseguições em alta velocidade, o embate entre os robozões que leva a mais destruição e até mesmo uma piadinha de um gordinho no momento em que meteoros caem próximos a ele dizendo que esse tipo de coisa ao vivo é melhor q o filme do Armagedon (outro grande Blockbuster do senhor Bay).

Quando Sam está a vacilar, uma injeção de ânimo e moral a ele: "Escuta aqui garoto, você é um soldado! Você tem que ir agora ou todo mundo vai morrer. Eu não posso abandonar meus homens." Tá bom ou quer mais? Pois é... tem mais!


No clímax, a pausa dramática e a frase “Sem sacrifícos, não há vitória” juntamente com o olhar destemido e a responsabilidade do mundo nas mãos de um moleque colegial que mal saiu da puberdade.

Helicópteros nos céus, soldados andando enfileirados em câmera lenta ao som de marcha, as expressões de coragem diante da adversidade, a vontade do soldado em querer voltar pra casa e rever a família... Tudo isso pra você que conhece Bay sabe muito bem que não pode faltar, mas é uma coisa que dá certo. Até mesmo os ângulos de câmeras giratórias e dos heróis levantando-se são as mesmas vistas em Bad Boys, outro grande sucesso passado.

Portanto pra você que curte o bom e velho filme pipocão, este é o certo. Não espere ir até lá e ver alguma mensagem depois de duas horas, pois não há. Vejamos novamente para ver se não falta nada:

Garoto nerd que salva o mundo. Confere.

Jogadores de futebol que tiram sarro com a cara do nerd. Confere.

Gostosona de barriga sarada que fica com o Nerd. Confere.

Hacker com óculos fundo de garrafa. Confere.

Soldados americanos, incansáveis e destemidos. Confere.

Helicópteros voando nos céus ao entardecer empoeirado. Confere.

Explosões e destruição em massa. Confere.

Cenas de ação vertiginosas. Confere.

Perseguições em alta velocidade ao som do bom e velho Heavy Metal. Confere.

Frases de efeito. Confere.

Despertar do robozão do Mal depois de milênios gritando e se auto-afirmando “Eu sou Megatron!” antes de baixar o cacete em geral. Confere.

Propaganda de marcas como GMC e E-bay e sabe se lá Deus quais mais. Confere.

Esposa sentada em casa cuidando do bebê, nunca antes visto pelo papai soldado de guerra. Confere.

Casal feliz levantando ao alto o bebê tão querido e bonitinho ao melhor estilo Rei Leão num belíssimo contraluz. Confere

Pôr do sol e silhueta de casal se beijando em cima do carrão envenenado. Confere.

A Eterna luta do Bem contra o Mal... NÃO TEM PREÇO! E confere também.

Com certeza Transformers será o sucesso do verão americano. Digam o que quiserem, mas a verdade é que o senhor Michael Bay tem de cor e salteado a fórmula pra se fazer um filme arrasa-quarteirão. Ponto final.
1 Response
  1. Bianca Says:

    Oi Efra... bem, na verdade eu ñ li esse texto sobre esse filme. Rsss*
    Passei aqui somente p/ te deixar um beijo.
    Depois eu volto c/ mais calma e aí leio tudinho q vc escreveu e comento, tá bem?
    Beijo grande.